Bem Vindos ao Blog do Terror!

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Nome de Código: Cloverfield - Ver com comentários

Nome de Código: Cloverfield
-
-
Título Original: Cloverfield
Realizador: Matt Reeves
Argumentista: Drew Goddard
-
-
Ano/País: 2008 - EUA
-
-
-
Sinopse: “Um monstro extra-terrestre gigante devasta por completo a cidade de Nova York… um vídeo feito no dia anterior a todos morrerem confirma a devastação. Um grupo de amigos chega a Coney Island com uma câmara de vídeo e o filme é o flashback desse fatídico dia…” [Filmes de Terror.com]
-
O Meu Comentário:
-
Finalmente tive ocasião de ver o Nome de Código: Cloverfield, visto que como não o vi no cinema, tive que o alugar o que não se afigurou nada fácil, estava sempre indisponível, devido á muita procura e pouca oferta (só duas cópias).
Esse sucesso comercial, que de resto também obteve quando exibido nas salas de cinema, é plenamente justificado.

Cloverfield, apesar de entrar em territórios já antes explorados, consegue surpreender pela forma como conjuga a técnica de filmar (câmara na mão) com um bom argumento e uma excelente estrutura narrativa, a forma encontrada para apresentar os personagens, resulta muito bem, garantindo logo de início uma narrativa escorreita e fluida.

A realização, apesar de muito intuitiva, é eficaz, conseguindo mesmo que os operadores de câmara profissionais, filmassem de forma imperfeita com enquadramentos pouco habituais e amadorescos, sendo muitas cenas, inclusivamente filmadas, pelos próprios actores. A montagem é inteligente, simula de forma perfeita tudo ter sido filmado ao vivo e em directo, excepção aos flashbacks, inseridos no filme de forma muito criativa, aproveitando os defeitos de uma filmagem digital amadora, em que a cassete utilizada, tinha sido anteriormente utilizada e os acontecimentos do dia gravados por cima, sendo os ditos flashbacks pequenos excertos da filmagem anterior.

Todas estas técnicas, inspiradas nas filmagens amadoras de acontecimentos trágicos como o 11 de Setembro, resultaram num realismo, bastante credível. Ilustrando, como alguém tentando escapar com vida e simultaneamente registar os acontecimentos reagiria, se na realidade, um animal, de muito grande porte, assustado e desorientado, mas devido ás suas características físicas, muito perigoso e violento, destruísse um bairro de uma grande cidade (no caso Manhattan), lutando (e de que maneira!) pela sua própria sobrevivência.

Uma palavra ainda para os excelentes efeitos especiais e a para seriedade e ajuste com que foram utilizados.

Apenas um senão, não percebo o porquê da inclusão dos pequenos monstrinhos, será que não chegava o grande monstro, é que apesar de bem feitos e de proporcionarem algumas cenas espectaculares, de certa forma descredibilizam os acontecimentos narrados.

De qualquer modo um bom filme de terror, que claramente recomendo, mas apenas a apreciadores do género, podendo ser considerado um pouco ridículo pelos menos apreciadores...

4 comentários:

blog da pipoca disse...

Um grande filme... Dos melhores monster movies que ja vi!
4,5/5

Daniel Simões disse...

Acabei de o ver. Também o aluguei.
Bem, tudo o que é filmes em estilo de vídeo amador me seduz. É um filme realista, mesmo que o atacante seja um ser extra-terrestre, acompanhado de outros seres mais pequenos. Não há diálogos desnecessários nem frases lamechas. Os gritos, a respiração ofegante, o escuro... tornam o filme muito terreno.

Ricardo Lopes Moura disse...

mas ainda há quem engula esta porcaria? lá porque JJ abrams foi produtor, não significa que valha a pena. o homem só acertou em cheio no alias e no lost...

Levi-Sama disse...

Nunca vi, mas parece ser muito bom, quem quiser dar uma olhadinha no meu blog ta ai:
http://terroramador.blogspot.com/

Não vai se arrepender, é sobre histórias de terror feitas por mim, mt horripilante.

Vlw